sábado, 16 de fevereiro de 2013

Como encontrar e manter um excelente captador de recursos


Temos divulgado pela ABCR o ideal da captação de recursos como sendo uma área estruturada nas organizações da sociedade civil, independente do título que ela venha a ter: captação/mobilização de recursos, desenvolvimento institucional etc. Faz parte também da nossa missão promover a atividade de captação, e não à toa divulgamos oportunidades para os que atuam na área, editais de financiamento de projetos e artigos de interesse, além de realizar o mais importante evento sobre o tema no país: oFLAC - Festival ABCR.
A captação de recursos profissionalizada exige captadores preparados e dedicados, e tendo isso em consideração elencamos algumas dicas que consideramos que podem ser relevantes para quem busca contratar um excelente captador de recursos:
1 – Pense antecipadamente: não contrate simplesmente alguém que possa escrever projetos para editais, ou que só saiba trabalhar com indivíduos. Considere toda a estrutura financeira da sua organização e contrate alguém que possa desenvolver e executar uma estratégia de fortalecimento e crescimento de todos os aspectos dessa estrutura financeira.
2 – Desenvolva um plano financeiro: não tenha expectativa de contratar alguém que vai fazer o dinheiro aparecer por mágica. Seu captador principal tem que estar responsável por desenvolver e executar uma estratégia financeira abrangente para a sua organização, e isso que significa que você precisa ter uma estratégia financeira. Sem ela, seu captador e sua organização vão afundar.
3 – Pague um salário real: é relativamente comum ver, inclusive nas divulgações feitas pela ABCR, vagas selecionando captadores experientes e que remuneram no nível de juniores. Se você não tem o orçamento apropriado para pagar o que o mercado de profissionais requer, acumule recursos para financiar os primeiros dois anos do salário do profissional. Assim que você tiver um excelente captador na sua equipe, ele ou ela poderá financiar o seu próprio salário como parte do crescimento global da receita da organização.
4 – Trabalhe com eles: é muito comum ver profissionais solitários tentando captar todo o recurso por conta própria. Se você vai alinhar sua missão e o dinheiro, deverá garantir que todos na organização (equipe e diretoria) entendam o papel do captador em trazer recursos até ela. Crie a cultura da filantropia entre a equipe para que até aqueles que não tenham metas de captação como parte do seu trabalho entendam que conversar com potenciais doadores, receber visitas e escrever notas de agradecimento são críticos para manter a organização em atividade. E garanta que a Diretoria tenha conhecimento de captação de recursos e discuta sobre metas de captação para a própria Diretoria.
5 – Contrate captadores suficientes: nos Estados Unidos, há o entendimento que um captador com dedicação integral (full-time) consegue captar até 500 mil dólares por ano, cerca de um milhão de reais. Se você pretende captar mais dinheiro, e conta só com um profissional para isso, o risco de torná-lo insatisfeito com o trabalho é maior.
6 – Disponibilize ferramentas de captação: não contrate um excelente captador para depois não oferecer a a ele ferramentas importantes, como cadastro de doadores, página interativa na internet, materiais de marketing, de pesquisa e apoio. Não há vantagem contratar alguém com grandes ideias e sem condições de torná-las realizáveis. Se você não tem orçamento para as ferramentas e apoio adicional, fortaleça primeiro sua capacidade institucional para depois ir adiante.
7 – Treine seus captadores: ninguém conhece de tudo. Em qualquer profissão temos a expectativa de enviar empregados para conferências, proporcionar aulas a eles, prepará-los durante o caminho, etc. Não espere que seu captador de recursos saiba de tudo o que se tem para conhecer. Proporcione oportunidades de aprendizado, de relacionamento com outros na mesma área e de crescimento contínuo das suas habilidades. Uma dica para isso? FLAC – Festival ABCR 2013!
Se você quer atrair e manter alguém que vai desenvolver uma estrutura financeira sustentável para sua organização, não deixe seu captador “no escuro”. Integre-o verdadeiramente à sua organização e ofereça as ferramentas, apoio e recursos necessários para que ele tenha sucesso no trabalho. E boa sorte!

Um comentário:

  1. Muito bom seu artigo Wellinton. Cada um dos itens descritos que são fundamentais para o sucesso do projeto, pois basta um deles ser fraco ou inexistente para comprometer todo o processo.

    ResponderExcluir