segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Programa traz novos rostos para sustentabilidade


Um grupo de 100 estudantes foi escolhido pela ONG Nature Conservancy para participar de um programa intensivo de verão realizado em contato com natureza, em um esforço para dar mais oportunidade a pessoas não brancas na área da sustentabilidade. Em cursos universitários dessa área, o número de alunos vindos de alguma minoria é de 10% do total. Assim, é raro ver pessoas negras ou de origem latina ocupando cargos de destaque em profissões relacionadas ao meio ambiente. O programa, chamado de Leaf (Leadership in Environmental Action for the Future), tenta fazer com que estudantes promissores com predisposição a gostar de assuntos ambientais venham, de fato, a se tornar profissionais na área. A maior parte dos alunos do programa é de classe média, é negros ou vem de famílias de origem hispânica e latina. Todos têm médias altas nos exames nacionais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário